FANDOM


(Criou página com 'A cidade de Cultores Solidários de Corvídeos é o palco do livro A Cidade Sinistra dos Corvos. É chamada de C.S.C. ao invés de seu nome inteiro, provocando um esq...')
 
 
(20 edições intermediárias de 2 usuários não apresentadas)
Linha 1: Linha 1:
A cidade de [[Cultores Solidários de Corvídeos]] é o palco do livro [[A Cidade Sinistra dos Corvos]]. É chamada de [[C.S.C.]] ao invés de seu nome inteiro, provocando um esquecimento por parte de seus moradores do nome da cidade. Os [[Baudelaire]] escolhem a cidade no programa de ''[[É Preciso uma Cidade para Educar uma Criança]]'', pensando que este era o C.S.C. da qual os [[Quagmire]] estavam falando.
+
{{Lugar
  +
|imagem = [[Arquivo:Cultores Solidários de Corvídeos - chafariz.jpg|250px]]
  +
|nome = Cultores Solidários de Corvídeos
  +
|tipo = Cidade
  +
|moradores = *[[Hector]] {{C|anteriormente}}
  +
*[[Sr. Lesko]]
  +
*[[Sra. Morrow]]
  +
*Membros do [[Conselho dos Anciãos]]
  +
*[[Violet Baudelaire|Violet]], [[Klaus Baudelaire|Klaus]] e [[Sunny Baudelaire]] {{C|anteriormente}}
  +
|posse =
  +
|afiliaçao = Conselho dos Anciãos
  +
|destino =
  +
}}
   
A cidade foi fundada a 306 anos atrás, quando um grupo de exploradores interessados no padrão migratório dos corvos fundou uma base para observar os corvos.
+
'''Cultores Solidários de Corvídeos''' é o nome da cidade que é o principal local do livro [[A Cidade Sinistra dos Corvos]].
   
  +
== História ==
   
  +
Cultores Solidários de Corvídeos é chamada de [[C.S.C. (desambiguação)|C.S.C.]] ao invés de seu nome inteiro, provocando um esquecimento por parte de seus moradores do nome da cidade. Os [[Baudelaire]] escolhem a cidade no programa "''[[É preciso uma cidade para educar uma criança]]''", pensando que este era o C.S.C. da qual os [[Quagmire]] estavam falando.
   
Os [[Corvo|corvos]] de C.S.C. são inúmeros. Eles pousam na cidade alta na parte da manhã, depois do meio-dia ficam na cidade baixa e dormem na [[Árvore do Nunca Mais]]. [[Hector]] mora numa casa ao lado desta árvore.
+
A cidade foi fundada a 306 anos atrás, quando um grupo de exploradores interessados no padrão migratório dos corvos fundou uma base para observar os corvos.
  +
  +
Os corvos de C.S.C. são inúmeros. Eles pousam na cidade alta na parte da manhã, depois do meio-dia ficam na cidade baixa, e à noite vão dormir na [[Árvore do Nunca Mais]]. [[Hector]] mora numa [[casa de Hector|casa]] ao lado desta árvore.
  +
  +
== Locais mencionados ==
  +
=== Cidade alta ===
   
 
A cidade alta é a parte principal da cidade. Tem alguns elementos importantes para a trama do sétimo livro:
 
A cidade alta é a parte principal da cidade. Tem alguns elementos importantes para a trama do sétimo livro:
   
*Chafariz Corvídeo: Construído por [[Conde Olaf]], o chafariz foi comprado pelos anciãos logo antes da chegada dos Baudelaire na cidade. Era lá que os Quagmire estavam escondidos, até que os Baudelaire fogem da prisão e os resgatam.
+
* '''[[Chafariz Corvídeo]]''': Construído pela [[Trupe teatral do conde Olaf|trupe de capangas]] do [[conde Olaf]], o chafariz foi comprado pelos Anciãos logo antes da chegada dos Baudelaire na cidade.
*Prefeitura: É aí que se reúnem o conselho dos anciãos. Há um palco em seu centro.
+
* '''[[Prefeitura]]''': Lugar onde se reúne o [[Conselho dos Anciãos]]. Há um palco em seu centro.
*Prisão: Tem quinze celas, sendo que a última delas se chama Cela de Luxo. É aí que os Baudelaire permanecem depois do assassinato de [[Jacques Snicket]]. Tem paredes de terracota, um banco de madeira esculpido e uma janela com barras.
+
* '''[[Cadeia]]''': Tem quinze celas, sendo que a última delas se chama Cela de Luxo. Nesta prisão os Baudelaire permanecem depois do assassinato de [[Jacques Snicket]].
  +
  +
=== Cidade baixa ===
   
 
A cidade baixa é uma parte menos favorecida da cidade. Alguns de seus elementos são os seguintes:
 
A cidade baixa é uma parte menos favorecida da cidade. Alguns de seus elementos são os seguintes:
   
*Casa da [[Sra. Morrow]]: pelo que é dito, a casa tem uma cerca viva.
+
* [[Casa da sra. Morrow]]
*Casa do Sr. Lesko
+
* [[Casa do sr. Lesko]]
*Mansão Verhoogen
+
* [[Mansão Verhoogen]]
  +
  +
=== Outros locais ===
  +
  +
* [[Árvore do Nunca Mais]]
  +
* [[Casa de Hector]]
  +
* [[Celeiro de Hector]]
  +
  +
== Moradores ==
  +
  +
Em C.S.C. moram, ou já moraram em algum momento, as seguintes pessoas:
  +
  +
{{Col-início}}{{Col-2}}
  +
* [[Hector]]
  +
* [[Sr. Lesko]]
  +
* [[Sra. Morrow]]
  +
* [[Família Verhoogen]]
  +
* [[Conde Olaf]] (disfarçado como [[detetive Dupin]])
  +
* [[Esmé Squalor]] (disfarçada como [[oficial Luciana]])
  +
{{Col-2}}
  +
* [[Violet Baudelaire]]
  +
* [[Klaus Baudelaire]]
  +
* [[Sunny Baudelaire]]
  +
* [[Duncan Quagmire]]
  +
* [[Isadora Quagmire]]
  +
* [[Jacques Snicket]]
  +
{{Col-fim}}
  +
  +
== Regras ==
  +
  +
O governo de C.S.C. é feito pelo [[Conselho dos Anciãos]]. O conselho criou milhares de regras para a cidade, um tanto contraditórias, segundo [[Klaus Baudelaire|Klaus]]. Eis uma lista das mencionadas no livro:
  +
  +
*'''Regra nº 1:''' Reza claramente que é proibido ferir um corvo.
  +
*'''Regra nº 2:''' Reza claramente que quem descumprir uma regra deve ser queimado na fogueira.
  +
*'''Regra nº 19:''' Reza claramente que as únicas canetas aceitáveis dentro dos limites da cidade são as feitas de penas de corvo.
  +
*'''Regra nº 39:''' Reza claramente que é ilegal fazer qualquer objeto com penas de corvo.
  +
*'''Regra nº 67:''' Reza claramente que nenhum cidadão está autorizado a construir ou utilizar qualquer tipo de dispositivo mecânico.
  +
*'''Regra nº 108:''' Reza claramente que a biblioteca da cidade não pode conter nenhum livro que descumpra qualquer uma das outras regras.
  +
*'''Regra nº 141:''' Reza claramente que todos os prisioneiros devem receber pão e água.
  +
*'''Regra nº 201:''' Reza claramente: nada de assassinatos.
  +
*'''Regra nº 492:''' Reza claramente que o Conselho dos Anciãos só discutirá coisas que estão em cima da plataforma.
  +
*'''Regra nº 920:''' Reza claramente que ninguém pode falar enquanto está na plataforma a não ser que seja um oficial de polícia.
  +
*'''Regra nº 961:''' Reza claramente que os sundaes com cobertura de chocolate do Conselho dos Anciãos não podem conter mais de quinze pedaços de nozes por unidade.
  +
*'''Regra nº 1742:''' Reza claramente que ninguém está autorizado a fugir da cadeia.
  +
*'''Regra nº 2493:''' Reza claramente que qualquer pessoa que esteja para ser queimada na fogueira tem a oportunidade de fazer um discurso logo antes de o fogo ser aceso.
  +
*'''Regra nº 4561:''' Reza claramente que não é permitido aos cidadãos usar a boca para fins recreacionais.
  +
*'''Regra nº 19833:''' Reza claramente que nenhum vilão será permitido dentro dos limites da cidade.
  +
  +
== Aparições ==
  +
*''[[A Cidade Sinistra dos Corvos]]'' {{1a}}
  +
*''[[O Espetáculo Carnívoro]]'' {{ma}}
  +
*''[[O Escorregador de Gelo]]'' {{ma}}
  +
*''[[A Gruta Gorgônea]]'' {{ma}}
  +
*''[[O Penúltimo Perigo]]'' {{ma}}
  +
*''[[O Fim]]'' {{ma}}
  +
  +
== Referências ==
  +
{{Reflist}}
  +
  +
{{Desventuras em Série}}
   
O governo de C.S.C. é feito pelo Conselho dos Anciãos. O conselho criou milhares de regras para a cidade, um tanto contraditórias, segundo [[Klaus]]. Eis uma lista das mencionadas no livro:
 
   
*Regra nº 1: Reza claramente que é proibido ferir um corvo.
+
Em inglês: '''''V'''illage of '''F'''owl '''D'''evotees'' - "Vilarejo dos Devotos de Aves"
*Regra nº 2: Reza claramente que quem descumprir uma regra deve ser queimado na fogueira.
+
[[Categoria:Lugares]]
*Regra nº 67: Reza claramente que nenhum cidadão está autorizado a construir ou utilizar qualquer tipo de dispositivo mecânico.
+
[[Categoria:Códigos C.S.C.]]
*Regra nº 108: Reza claramente que a biblioteca da cidade não pode conter nenhum livro que descumpra qualquer uma das outras regras.
+
[[Categoria:Cidades]]
*Regra nº 201: Nada de assassinatos.
 
*Regra nº 920: Reza claramente que ninguém pode falar enquanto está na plataforma a não ser que seja um oficial de polícia.
 
*Regra nº 1742: Reza claramente que ninguém está autorizado a fugir da cadeia.
 
*Regra nº 4561: Reza claramente que não é permitido aos cidadãos usar a boca para fins recreacionais.
 
*Regra nº 19833: Reza claramente que nenhum vilão será permitido dentro dos limites da cidade.
 

Edição atual tal como às 18h04min de 26 de setembro de 2012

Cultores Solidários de Corvídeos - chafariz
Cultores Solidários de Corvídeos
Informações do lugar
Tipo

Cidade

Moradores
Afiliações

Conselho dos Anciãos

Cultores Solidários de Corvídeos é o nome da cidade que é o principal local do livro A Cidade Sinistra dos Corvos.

História Editar

Cultores Solidários de Corvídeos é chamada de C.S.C. ao invés de seu nome inteiro, provocando um esquecimento por parte de seus moradores do nome da cidade. Os Baudelaire escolhem a cidade no programa "É preciso uma cidade para educar uma criança", pensando que este era o C.S.C. da qual os Quagmire estavam falando.

A cidade foi fundada a 306 anos atrás, quando um grupo de exploradores interessados no padrão migratório dos corvos fundou uma base para observar os corvos.

Os corvos de C.S.C. são inúmeros. Eles pousam na cidade alta na parte da manhã, depois do meio-dia ficam na cidade baixa, e à noite vão dormir na Árvore do Nunca Mais. Hector mora numa casa ao lado desta árvore.

Locais mencionados Editar

Cidade alta Editar

A cidade alta é a parte principal da cidade. Tem alguns elementos importantes para a trama do sétimo livro:

Cidade baixa Editar

A cidade baixa é uma parte menos favorecida da cidade. Alguns de seus elementos são os seguintes:

Outros locais Editar

Moradores Editar

Em C.S.C. moram, ou já moraram em algum momento, as seguintes pessoas:

Regras Editar

O governo de C.S.C. é feito pelo Conselho dos Anciãos. O conselho criou milhares de regras para a cidade, um tanto contraditórias, segundo Klaus. Eis uma lista das mencionadas no livro:

  • Regra nº 1: Reza claramente que é proibido ferir um corvo.
  • Regra nº 2: Reza claramente que quem descumprir uma regra deve ser queimado na fogueira.
  • Regra nº 19: Reza claramente que as únicas canetas aceitáveis dentro dos limites da cidade são as feitas de penas de corvo.
  • Regra nº 39: Reza claramente que é ilegal fazer qualquer objeto com penas de corvo.
  • Regra nº 67: Reza claramente que nenhum cidadão está autorizado a construir ou utilizar qualquer tipo de dispositivo mecânico.
  • Regra nº 108: Reza claramente que a biblioteca da cidade não pode conter nenhum livro que descumpra qualquer uma das outras regras.
  • Regra nº 141: Reza claramente que todos os prisioneiros devem receber pão e água.
  • Regra nº 201: Reza claramente: nada de assassinatos.
  • Regra nº 492: Reza claramente que o Conselho dos Anciãos só discutirá coisas que estão em cima da plataforma.
  • Regra nº 920: Reza claramente que ninguém pode falar enquanto está na plataforma a não ser que seja um oficial de polícia.
  • Regra nº 961: Reza claramente que os sundaes com cobertura de chocolate do Conselho dos Anciãos não podem conter mais de quinze pedaços de nozes por unidade.
  • Regra nº 1742: Reza claramente que ninguém está autorizado a fugir da cadeia.
  • Regra nº 2493: Reza claramente que qualquer pessoa que esteja para ser queimada na fogueira tem a oportunidade de fazer um discurso logo antes de o fogo ser aceso.
  • Regra nº 4561: Reza claramente que não é permitido aos cidadãos usar a boca para fins recreacionais.
  • Regra nº 19833: Reza claramente que nenhum vilão será permitido dentro dos limites da cidade.

Aparições Editar

Referências Editar


Em inglês: Village of Fowl Devotees - "Vilarejo dos Devotos de Aves"

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.